27 de Agosto de 2013

ABC do código da estrada – III

O raspanete dado, 100 m após a saída da palmeira na direção da cartuxa, por um automobilista que se encontrava parado a aguardar abertura do sinal verde, seguido de uma lembrança de que o facto poderia acarretar 30 € a cada transgressor, foi mais que merecido para quem não respeitou o sinal vermelho do semáforo da tapada. Mas somos reincidentes, especialmente em montemor onde apanhamos, não um, nem dois, nem três, mas sim quatro semáforos seguidos. Quantos não transgridem?

publicado por Ubicikrista às 01:13

21 de Agosto de 2013

ABC do Código da estrada – II

Nota prévia:

Há normas para os veículos que não estão escritas mas devem ser respeitadas:

a sra da fonte da graça do divor não quer as bicicletas encostadas à sua parede.

Se fossemos de carro eramos nós que não o queríamos encostar

O CE diz que é proibido Parar ou Estacionar veículos (o que inclui as bicicletas - artº 112) em cima dos passeios, nas placas centrais das rotundas e noutros locais destinados à circulação de peões (relvados, esquinas, jardins públicos). E ainda (art. 90º) "na faixa de rodagem sempre que esteja sinalizada com linha longitudinal contínua e a distância entre esta e o veículo seja inferior a 3 m". 

A multa é de 30 a 70 €

Portantos os furinhos não podem ser consertados na berma da estrada

A relvinha da palmeira não é para bicicletas nem a rotunda da quinta do Moniz só porque tem sombra, nem na rotunda de pavia só porque tem café, nem na esquina do café no torrão

   

Duvidas

Perante o agente autuante o velocipedista poderá alegar que parou (não estacionou) para ir fazer uma descarga ... ao WC ?

O velocipedista que conduza o seu veiculo pode ser mandado parar numa operação STOP e sujeitar-se a provas de deteção de armas, drogas, arte sacra, etc, que eventualmente transporte ... na mochila?

publicado por Ubicikrista às 00:43

11 de Agosto de 2013

ABC do código da estrada - I

Pronto, acabou-se a paciência. Tinha que se dar um dia. A partir de hoje vamos denunciar aqui as infrações na estrada cometidas pelos condutores dos veículos, sejam de quatro ou de duas rodas.

Entre vale figueira e lavre o grupo seguia em duas filas habituais, quando subitamente suou uma buzina normal, que momentos depois viríamos a saber tratar-se de uma ambulância, obrigando os condutores dos velocípedes da fila interior a juntarem-se ao da berma, enquanto o veiculo se atravessava e quase estancava á sua frente para se desviar para um caminho de povoado, forçando uns a travar a fundo, dois a conseguirem passar e outros tantos a enfiarem para o tal caminho, uma vez que estavam “entaleigados” e não conseguiram desprenderem-se dos pedais.

Nota: Sabendo que existem quatro tipos de ambulâncias (ABCI: Ambulância de cuidados Intensivos; ABSC: Ambulância de Socorro; ABTD: Ambulância de Transporte de Doentes; ABTM: Ambulância de Transporte Médico) com comportamentos diferenciados na estrada e não querendo esperar alguns segundos para sair da estrada principal à direita, sem que para tal pusesse em perigo os condutores dos velocípedes, este condutor se estava em Missão Urgente de Socorro, deveria para além de buzinar mais vezes ter o pirilampo azul ligado.

publicado por Ubicikrista às 23:28

mais sobre nós
encontrar qualquer artigo por palavra ex: pudalari
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Agosto 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

12
13
14
15
16
17

18
19
20
22
23
24

25
26
28
29
30
31


Arquivos
2017:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2016:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2015:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2014:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2013:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2012:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2011:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2010:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2009:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


favorito
Contador (não o alberto) de visitas
subscrever feeds
blogs SAPO