25 de Fevereiro de 2013

Às vezes há que dar o nome aos bois, pese este ser um local onde se procura dar destaque aos que se fazem notar por outras razões que não as dos que chegam primeiro ou andam mais que outros. Para isso existem as pautas classificativas das competições. As outras razões aqui válidas são o companheirismo ou aptidões em prol do grupo, seja na organização de provas, de notícias positivas ou de quem simplesmente empresta duas camaras de ar ou finalmente a quem começa uma recuperação de um treino mais cedo para fazer companhia a um ciclista que se atrasou.

Posto isto, e face aos recentes acontecimentos, reproduz-se este manual de tudo o que um ciclista não deve fazer e com todos os produtos que não deve usar, em tradução pessoal de declarações a um jornalista de jesus manzano, ciclista da kelme e publicadas entre 24 e 28 de março de 2004

PS: é claro que este assunto, de há nove anos atrás, ficou em águas de bacalhau. A ver se agora com a confissão do mito, e a "operçaão puerto» em tribunal algo muda. Compete aos juizes espanhóes

                   Capitulo 1 - Transfusões de sangue

Volta às Astúrias: “Se fazes caso do médico dás positivo”

Nacionais de Madrid: “O gás bus é o Actovegin”

Preparação para o Tour: “Pacote de sangue de meio litro”

Tour de França: “Um porquinho de dinheiro para a pomba”

Transfusão em Valencia: “Quase que regressei numa caixa de pinho”

Um drama no comboio: “Este rapaz vai morrer’, disse alguém”

                   Capitulo 2 - Hormona de crescimento e EPO

Volta a Portugal: “Abandonaram com medo de darem positivo”

Hormonas de crescimento: “usam-se aos pontapés e não se detetam”

Preço das hormonas: “Chegam a custar até 540 euros”

Distintos tipos de EPO: “Nós os ciclistas somos muito burros”

Nas transfusões: “Cheguei a um máximo de 56%”

Burlar os ‘vampiros’: “Faz-se com soros e albumina”

A hormona masculina: “Usa-se para não abusar da cortisona”

Um avanço da cortisona: “Tira-te a dor e dá-te força”

Capitulo 3 - Hemoglobina de animais

Oxiglobin: “Utilizada em cães com anemia”

Actovegin: “É plasma de bezerro”

Método para mascarar: “Grãozinhos para deteriorar a urina”

Nandrolona: “Usa-se no inverno no ginásio

Testosterona: “Há uns supositórios clandestinos”

Cortisona: “Não espalho sal nos testículos”

Diferente legislação: “Em França dás positivo mas aqui não”

Hormona do crescimento: “Se tens cancro, tens que parar”

Capitulo 4 - A cortisona destruiu-me o joelho

Vuelta 2003: “Infiltravam-me quase todos os dias”

Boletim de Saúde: “É onde o médico anota o tratamento”

Transfusão de sangue: “Pedem-me para recorrer à minha namorada”

EPO: “Até duas vezes por dia quando treinas”

Soro, aspirinas...: “Para evitar uma paragem cardíaca”

Na primeira picada: “Suei mais de medo que um frango no espeto”

Onde picar? “Nos cotovelos, mãos, pernas...”

Insulina: “Combina com outros produtos”

Capitulo 5 - Sei que não vou durar até aos 50 anos

Amador: “Aí não cheguei a provar EPO, nem as hormonas...”

Pressão profissional: “Se não andas, vais para a rua. Então tomas...”

O seu futuro: “O corpo ressente-se do dopingue”

A ACP: “Como é que me defende a minha associação?”

O despedimento “Acusam-me de ter sexo e de me automedicar”

Drogas: “Do Prozac às drogas vai um passo”

publicado por Ubicikrista às 02:56

mais sobre nós
encontrar qualquer artigo por palavra ex: pudalari
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Fevereiro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

11
12
13
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
26
27
28


Arquivos
2017:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2016:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2015:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2014:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2013:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2012:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2011:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2010:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2009:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


favorito
Contador (não o alberto) de visitas
blogs SAPO