31 de Dezembro de 2013

Carisma

Com um procriador que o vigia constantemente, assistiu-se à mais rápida adaptação de um jovem às regras (tomara muitos) de um lar de idosos:

Quando vê que o grupo se começa a alongar em fila indiana aos primeiros kms, deixando as conversas de ocasião com os parceiros adiadas para o dia de são nunca à tarde, cedo percebe que quem lá está na frente é alguém a armar-se ou com o nervoso inconsciente que leva metido mais que o limite da pedaleira pequena ou alguém em pré época de competição a aguentar com rotações acima das 100 pedaladas.

Ele também já fez isso de se desgastar inutilmente logo à partida. Agora prefere o convívio em vez de ir a assapar o tempo todo, e só fazer ciclismo quando chegar a ocasião que pode nem chegar nesse dia, porque alguém pode furar ou atrasar-se e o grupo desmorona-se.

Mas a acontecer, invariavelmente ir-se-á produzir entre os últimos 5 a 10 km ou apenas nos metros finais, quando composto só por velocistas e nenhum deles se arrisca a dar a cara.

Naquele dia o grupo hesitava entre juntar-se na frente a alguém com compromissos familiares natalícios (uma boa razão como outra qualquer) inadiáveis a servir de lebre ou de ponto de referência, ou aguardar por outro companheiro que se atrasara com dificuldades nas subidas.

A viragem de cotovelo de 45º graus, com o louseiro à direita a 8 km da chegada sem inclinações, favorecia os 800 m de avanço da lebre, enquanto o grupo procurava ainda entrar nessa via principal perigosa. Percebeu que era ali o agora ou nunca. A lebre distanciava-se.

Abalou tão decidido que passado o 1º km percebeu que com a força inicial nunca lá chegaria, visto a lebre possuir iguais carateristicas. Baixou mudanças e guardou essa força de vontade para a parte final quando viu que diminuía distâncias. Foi antes da primeira rotunda que a inversão de posições se deu (cedeu?), sentindo as forças antagónicas em jogo a mudarem de dono, as dele como se aquele momento fosse a coisa mais fácil do mundo e as outras, as de alguém que é caçado, esgotadas. 

publicado por Ubicikrista às 02:52

pai natal:
ola treinador = arebentaram os unidos das cadencias e agora as palmeiras a ver se nao arrebentam o posto turismo se nao temos de marcar a trupe noutra aldeia

pai natal
2 de Janeiro de 2014 às 17:38

rey mago:
Pai natal mais forreta!
Era suposto tirares algo do saco e ofereceres ao ciclismo eborense.
Pareces mais um velho do restelo a agoirar.
3 de Janeiro de 2014 às 03:39

mais sobre nós
encontrar qualquer artigo por palavra ex: pudalari
 
Dezembro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
26
27
28

29
30


Arquivos
2017:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2016:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2015:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2014:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2013:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2012:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2011:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2010:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2009:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


favorito
Contador (não o alberto) de visitas
blogs SAPO