25 de Fevereiro de 2014

O homem precisava de sacar 30 seg. Atacou a 300 m da meta (testemunho do rosado) e ganhou 10. Ora se a subida tinha 2,5 km com o 1º km e meio a 14 % e o último para ai a 7%, tanto festejo para quê? Ganhou apenas uma etapa e não a algarvia. Para quem já foi apelidado de dopador, (agora já faz contas à dor) e não ganhava nada à mais de um ano (mirador del sol de san luis, na argentina), este sprint serviu para atirar areia para os olhos do patr(ã)ocionador. O ricardo scheidecker que é o diretor técnico diz, todo orgulhoso, que este ano lhe mudou o esquema de treino, que são para ganhar em todas as que a equipa entrar, etc. No fundo mais folclore. No próximo dia 12 no tirreno adriático quando o antigo pistoleiro enfrentar (se nenhum deles se baldar) o froome, o rodrigues e o quintana, etc., veremos, o tal will see dos ingleses, que pólvora lhe resta.

Antes, das 2 uma. Desde almodôvar, ir e vir (30 km para cada lado com 40 subidas tipo a parede, sentido valeira-abaneja), foi o que fizeram para aí meia centena de cicloturistas entre os quais o paulo e o ti xico (77 anos) de montemor.

A outra era estacionar lá no alto, equipar, montar a ditas e ir no sentido de salir, voltar para trás antecipando o pelotão, para sentirmos como é que elas lhe mordiam no malhão. E que grande malhão: o 1º km e meio tem % igual ao marie blanque (4 km) em frança. Quando já não aguentas a respiração e para evitar o pé no chão eminente, fazes batota: meia-volta para trás durante 5 ou 10 metros e já podes continuar a penar (pedalar) até lá acima.

Depois, ver para crer:

O horner (42 anos), vencedor da vuelta, fartou-se de trabalhar para o rui costa nas subidas anteriores, principalmente no freixo (1 km com média de 13%) e ainda acabou em 6º na etapa.

O tiago machado é outro que dá tudo (mudou da 1ª para a 2ª divisão mas diz que a diferença está apenas no autocarro – é mais pequeno e ficam mais apertados).

Oportunidade para o primeiro contacto com a grande esperança mundial, o jovem espanhol eduard prades (5º) da onda fm, provável vencedor da volta a portugal deste ano.

O cavendish, velhaco, perdeu 15 min nos últimos 40 km já a poupar-se para o sprint do dia seguinte.

O kwiatkowski e a equipa do ómega com passo rápido (quick step) venceram 3 das 5 etapas (o cava venceu a ultima). Já fora 2º na volta à polonia (2012) e no algarve o ano passado a seguir ao tony martin, e foi 11º no tour. Tomara o rui este ano…

O samuel caldeira segundo o garmin tem os melhores tempos no malhão quando ainda era da carmin. O ludovico entrou para 62ª posição com 12,30.   

Ombreamos com eles ali na partida face a (to para os ingleses) face:

PS: bem esteve a Bola TV que mesmo só com uma camera na meta pôde dar em direto a chegada

publicado por Ubicikrista às 02:10

Paulo Nabo:
Um abraço a todos os Unidos
27 de Fevereiro de 2014 às 23:31

conquistador de taças:
o foclore das palmeiras é bem pior que o algarviu uns dois ou três que tem a mania de descarregarem os velhos nem com a droga que tomam vão para as provas e morem na praia oferecem porrada a alguns e a outros expulsos das lojas de bikes lá vão armados em espertos de évora com camisas de equipas fazendo figura de pategos por terras de portugal tenham vergonha e deixem de andar de bike passando a andar de mula !!!
15 de Março de 2014 às 02:15

mais sobre nós
encontrar qualquer artigo por palavra ex: pudalari
 
Fevereiro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

17
18
19
20
21
22

23
24
26
27
28


Arquivos
2017:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2016:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2015:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2014:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2013:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2012:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2011:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2010:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2009:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


favorito
Contador (não o alberto) de visitas
blogs SAPO