04 de Fevereiro de 2014

Carisma

Não há universidade que nos tire da idade da pedra lascada,

Miguel Torga

Antes do 25 de abril para entrar no sanches de miranda e no campo estrela os miúdos só o podiam fazer acompanhados de um adulto, daí o peditório à porta destes templos:

- Mestre, leve-me consigo

Só nessa altura era permitido a um desconhecido pegar num braço do filho de outro. Uns nunca mais os víamos, outros era por eles que esperávamos em dias de jogos porque já sabíamos que dali não vinha nega. Se, durante as semanas seguintes, encontrávamos algum na rua curvávamo-nos com humildade agradecida. Muitos nem se lembravam de nós.

Mas aquele miúdo encontrou num bairro um dos seus heróis, que se entretinha todas as tardes com outros adultos, a baldar ferro. E ficava ali a admirar-lhe a posição dos pés e o controle do braço. A cada dois ou três jogos via-os desaparecer por breves minutos na direção da taberna. Esperava que voltassem e lá ficava, até escurecer, a torcer pelo seu herói de ocasião que lhe permitia passar aqueles enormes portões à borliú, sempre debaixo dum olhar cerrado dos fiscais de campo.

Uma tarde um dos homens falhou, por doença, presumiu. E viu-se cooptado:

- Miúdo, sabes segurar numa malha?

Prometeu logo ali respeitar a tática de só jogar para perto do xito. Várias vezes repetiu os dois pontos e noutras vezes só conseguia um sempre que a sua malha ficava mais perto do palito que a do adversário, que jogava invariavelmente para espetar com o meco de pantanas. Com o nervosismo, no primeiro jogo não se safou mas ajudou a ganhar os outros dois. Viu surpreendido os homens largarem, como sempre, as malhas e marcharem direitos à taberna. De nada lhe serviu dizer que ficava ali à espera deles. Era questão de honra de quem perdia pagar uma rodada aos vencedores. Quando abriu a boca para dizer, Mas eu não quero beber, esperando comiseração, o copo no balcão já ia a meio cheio e os adversários não falavam com ele, para não dar confianças. Foi o seu parceiro que ordenou ao taberneiro:

- Alto, encha lá o resto com gasosa.

Ps: Se o tivéssemos que definir em rima, seria: O fadista que é equilibrista, dá aulas de malha na pista. Ele que sempre baldou ferro desde miúdo, para além dos dotes de imobilização reconhecido nas redes sociais, tem queda para os fados da vida e ainda professora no jogo da malha moderno - que evoluiu com o dito meco à frente, mas agora respaldado por nove cacetes atrás:

publicado por Ubicikrista às 00:57

Josué:
Por me sentir aqui visado foi isto que publiquei no meu facebook:

Não sei se devo rir ou chorar!...
O meu amigo J…..o, pediu-me um dia, algumas explicações de bowling e eu acedi, mas nunca imaginando o que ele iria fazer com isso.
O que é que ele havia de se lembrar?... Gravar um vídeo no YouTube sobre este momento.
Então ele aproveitou para fazer uma brincadeira e narrar uma história sobre mim à sua maneira. Vai daí, pegou em mais dois vídeos - um que ele próprio gravou há uns anos atrás, num almoço de confraternização após termos feito umas dezenas de km em bicicleta, e eu, mesmo com o cérebro provavelmente já pouco oxigenado, ainda senti algum fôlego para mostrar a minha veia artística nas cantorias e, o outro tirado do YouTube, gravado pelo nosso amigo Gonçalo Ribeiro - e publicou então tudo no Blog (Unidos da Cadência em: http://unidosdacadencia.blogs.sapo.pt/primeiro-copo-da-praxe-70087).
Obrigado amigo J…..o, pelo trabalho, pelo tempo perdido e por me haveres proporcionado este hilariante momento.

Abraço
Josué Rosa
20 de Fevereiro de 2014 às 01:28

mais sobre nós
encontrar qualquer artigo por palavra ex: pudalari
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Fevereiro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

17
18
19
20
21
22

23
24
26
27
28


Arquivos
2017:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2016:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2015:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2014:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2013:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2012:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2011:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2010:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2009:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


favorito
Contador (não o alberto) de visitas
blogs SAPO