24 de Outubro de 2010

Ao ler que vários desportistas entre eles ciclistas, alguns do pelotão internacional, tinham aderido á moda das pulseiras holográficas é coisa que não me torce nem me amolga, mas ver um companheiro enfardar com duas para o bornal, durante a visita ao pavilhão da VII edição do festival bike de Santarém é coisa que já me pode tirar o sono. i.é. lá longe tanto se me dá, mas cá ao pé não posso ficar de mãos nos bolsos e bico calado. Assim:

Eis-me a magicar como explicar ao pessoal, não como alguns, que os hologramas emitem tanta radiação eletromagnética quanto uns pedais de carbono, um bocado de papel para limpar o ranho ou o rabiosque (por esta ordem, não a outra) ou ainda o corpanzil dos que nos rodeiam. A marosca começa assim:

publicado por Ubicikrista às 22:47

mais sobre nós
encontrar qualquer artigo por palavra ex: pudalari
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Outubro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
13
14
15
16

17
19
20

26
27
28
29
30

31


Arquivos
2018:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2017:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2016:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2015:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2014:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2013:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2012:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2011:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2010:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2009:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


favorito
subscrever feeds
blogs SAPO