29 de Março de 2011

Há anos que os vemos chegar aos poucos isolados ou em pequenos grupos na zona da cruz da picada ou na variante da quinta do Moniz. O ano passado o número ultrapassou a centena e meia, com o agregar simultâneo por parte da FPCUB do desafio Audax para cicloturistas, na linha dos Randonneurs em que estamos atualmente envolvidos. Este ano tínhamos na ideia que era lá para o inicio da primavera.

Sexta feira á noite, durante os festejos dos anos do Granja, alerta do Romão por telefone, Se sabíamos ou não! Tudo muito em cima, mas ficou logo decidido que iríamos ao seu encontro onde, disse, viria o César e o Ezi.

publicado por Ubicikrista às 02:42

20 de Março de 2011

1ª. classe

"Os animais são nossos amigos e dão-nos a carne, o pão e o leite

que servem para a nossa alimentação, como por exemplo o cão"

Quando esta manhã saltei para cima do edredão de braços abertos em voo picado, e este fez POF, estranhei não ver o meu pai na cama, para lhe dar os parabéns por me ter como filho, presumo, senão ele não era pai. A minha mãe que ainda apanhou com o joelho no braço, acordou sobressaltada e disse-me que o meu pai se tinha levantado às 3 da manhã para ir com uns, qualquer coisa Rã do Nores, andar de bicicleta e que só ia chegar lá pela noitinha.

Á hora de almoço a mãe disse-me que a mãe do Nuno lhe telefonou a perguntar o nº do telemóvel do pai do Crispim e que ele deveria ter o telefone do amigo da mãe do Chico, para que ele telefonasse ao avô da Rita para lhe levar ao paredão da barragem do montar do Gil, um avanço da bicicleta que o cunhado do Alexandre tinha em 2ª mão, visto que o dele alargara os parafusos, com os, ou nos paralelos e já não davam aperto, embora eu ache que se usasse uma chave era melhor, mas tinha mesmo que lá ir porque ele queria acabar o brevê sabendo que ao ter ajudas externas não lho iam homologar. Esta palavra, deve querer dizer o mesmo quando o meu pai me pôs em cima do capô do carro novo do pai do Tomás, para me sacudir a areia dos pés com uma toalha, Então é aí que sentas o miúdo? ao que o meu pai respondeu, Descansa que não te o vou amolgar.

 

publicado por Ubicikrista às 23:46

13 de Março de 2011

Azervadinha – centenas de metros intermináveis de "pavê" ao km 55 teve aspeto de massagem indesejada antes de tempo. Vai ser sempre a aviar e, em pedaleira grande, cada vez que aqui passarmos para os futuros brevets.

Bolsas – 3 sandes de queijo e fiambre, 6 barritas (uma por cada hora) e 2 bananas, 1 gel de frutas e 1 cubo de marmelada, que ficou pelo caminho á pala do colete, é muito material para tão pouco espaço, ou então colocar uma bolsa por debaixo do selim. Outra opção de um dos nossos foi levar o mínimo, bater uns bolinhos nos cafés, e malhar uma sopa com uma bifana em v.novas, que já eram horas disso.

Cabo – dever-se-ia chamar reta do cabo… das tormentas. Só de pensar que temos que lá passar futuramente mais algumas vezes no regresso, com o dobro, triplo ou quadruplo dos kms nas pernas, até dá arrepios, não de frio (que se aproxima o verão) mas do vento. As suas bermas fazem lembrar os alcoólicos quando andam vários dias a apanhá-las, são camadas em cima de camadas de alcatrão desnivelado, mas que se contornam com devida atenção. Nada comparado á força do vento que soprava frontal e lateral.

publicado por Ubicikrista às 23:13

10 de Março de 2011

Nada é bom ou mau se não for por comparação. Thomas Fuller

São históricos os primeiros enfrentamentos desde o outro século, entre tamanho de rodas e habilidades.

Mas juntar bom e mau numa mesma prova é que não parece ser grande ideia, pois no mercado, existe tanto material de marca capaz de resistir a qualquer confronto.

Resultado: não obstante o bom utilizador não ter como técnica a força, mas sim a ligeireza (unico exclusivo do mau), e da sua forçada má colocação na hora de partida (contingências de quem se tem de deslocar de longe), perto dos 30 kms quando já só lhe restava quatro bicicletas por vistoriar, viu-se forçado a regressar a casa, quando o tal mau, armado em bom, deu de si, ficando nesta triste figura:

 

publicado por Ubicikrista às 00:54

mais sobre nós
encontrar qualquer artigo por palavra ex: pudalari
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Março 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
11
12

14
15
16
17
18
19

21
22
23
24
25
26

27
28
30
31


Arquivos
2017:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2016:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2015:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2014:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2013:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2012:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2011:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2010:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2009:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


favorito
subscrever feeds
blogs SAPO