14 de Novembro de 2013

Mostrei o cartão amarelo ao nº 8 do xifranense que ameaçou que me partia

 os cornos, facto que não se confirmou por um colega o ter impedido,

by quim da mina, cartucheiro diário  

Ex. de um dos 1ºs relatórios de quaisquer jovens árbitros de futebol, que

 my self e o bacalhau riberalves, assistimos à quase 40 anos

Confesso que não gosto de puxadores, não vejo utilidade. As portas deviam abrir sempre para os lados como nos filmes chineses.

Uma coisa é alguém andar na frente a marcar ritmo ao grupo. Outra é puxar e ir largando lixo (pessoal) pelo caminho para que os que vem atras apanhem. Entendo que os rebocadores puxem (mas não que os puxadores reboquem) para recuperar duma distância entre grupos ou apara anular uma fuga. Mas puxar, quando não há ninguém na frente para apanhar, não vejo utilidade, a menos que se trate de um contrarrelógio por equipas, mas aí cada um deveria puxar apenas durante um km. Mas contrarrelógios todos os domingos é demais. É verdade que os melhores ciclistas profissionais também se andam a preparar durante todo o ano para o tour de frança. Mas cá entre nós ciclistas amadores não há nada que nos motive o ano inteiro para andarmos nestes preparos. Confesso que não estou a ver a razão, a não ser que… um dia destes na rua:

- Atão é este ano que batemos o recorde (de presenças?) se não chover e com vento favorável?

publicado por Ubicikrista às 21:14

02 de Novembro de 2013

Tática

Depois de um 3º lugar obtido pelo sprinter fernando mendes, numa etapa do tour, após

 fuga com mais dois ciclistas, joaquim agostinho diria a sua melhor frase de sempre:

- ele não devia ter puxado nos últimos 20 kms

No ciclismo amador há quem se resguarde e quem goste de puxar. A maioria protege-se. Um ou outro não dá hipótese a ninguém de ajudar, nem se importa que outros gostem de o fazer. Não sai lá da frente por nada. As voltas são todas iguais. Um puxa e os outros vão ficando pelo caminho, quando já não aguentam. Na hora da verdade os mais aptos vão-se embora e chegam primeiro.

Não obstante ser das coisa mais aborrecidas no ciclismo amador, ver um a puxar por um grupo de ciclistas, as equipas profissionais fazem-no amiúde. Quando aquele se gasta é substituído por outro, como se de uma lâmpada se tratasse. Na hora da verdade está lá o seu chefe de fila, junto com outros de cada equipa para a discussão da etapa. Sem ajudas de companheiros é cada um por si. Ganha aquele que toma a melhor decisão. Foi assim com o rui no último campeonato do mundo. Valverde o melhor sprinter ficou à espera que o nibaldi puxasse.

Agora, no critério de saitama no japão, o froome atacou. Sagan sendo melhor sprinter ficou à espera que o rui o levasse lá

publicado por Ubicikrista às 23:13

mais sobre nós
encontrar qualquer artigo por palavra ex: pudalari
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Novembro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30


Arquivos
2017:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2016:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2015:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2014:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2013:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2012:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2011:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2010:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2009:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


favorito
subscrever feeds
blogs SAPO