01 de Outubro de 2009

PERFIL DA PROVA

A saída será às 8:30 (7:30 em Portugal) da manhã na avenida de Huesca, no centro da localidade Oscense de Sabiñánigo. Esta marcha é sem dúvida a rainha do Circuito e do cicloturismo espanhol. Quebrantahuessos converteu-se num nome mítico para os amantes do cicloturismo, um encontro obrigatório para quem queira doutorar-se em ciclismo, já que deverá superar um repto digno e igual ao Tour de França. O seu percurso, duro mas atractivo e em pleno Pirenéus, a sua admirável organização e o ambiente que nela se respira, convertem-na na melhor marcha e na mais esperada por todos os cicloturistas.

No ano passado (2008) foram quase 4000 mil os participantes numa das edições mais duras que há memória devido à onda de calor que os esperava. Noutros anos foi o frio e a neve que dificultou o já de si difícil traçado. Muitos cicloturistas justificam a sua temporada com “culminar" uma boa actuação na QuebraOssos para poder contar que um dia subiram numa mesma jornada o pico de Somport, Marie Blanque, Portalet e Hoz. Costuma-se dizer que até ao cimo de Somport, dentro do possível, chega-se bem, as pernas estão relativamente frescas e a vontade (ânimo) é muita...

Se houver alguém que todavia não conheça o traçado da Quebrantahuessos e tem em mente acudir no próximo dia 19 de junho (de 1999) a Sabiñánigo há que dizer que nos 205 km se enfrentará com 4 montanhas. O primeiro, El Somport, não possui grandes dificuldades, são 16 km de rampas com um desnível médio de cerca de 5%. Os organizadores calculam um tempo entre 50 a 60 minutos para esta ascensão até aos 1.632 metros de altitude.

Talvez o mais complicado seja circular num pelotão até se darem os primeiros cortes. Após passar a fronteira com a França lá no alto e depois de uma larga descida e rectas, começa a montanha mais complicada do dia, o Col de La Marie Blanque (semelhante ao Torcal mas sem a recta).

São uns 9 km no total mas os 4 últimos valem por muitas outras montanhas já que tem um desnível médio de cerca de 12 % e são várias as paredes com 15%. De novo se calcula entre 50 e 60 minutos para levar a cabo esta duríssima ascensão. Resta dizer que à que levar um carreto com dentes leves, já que além da dureza deste pico há que ter em conta que todavia nos faltam quase 100 km até à meta e com outras subidas pelo caminho, e o primeiro pensamento que passa pela cabeça da maioria dos participantes é “que faço eu aqui? Se todavia falta metade".

Após completar o Marie Blanque, desceremos (sem duvida para muitos, descer custa mais que subir, e, grande erro, a palavra descenso pode ser confundida com descanso, e decerto que esse relaxar se paga) até ao vale, para nos aproximar-mos do povoado de Laruns e iniciar o Col del Portalet.

As sua rampas não são em geral muito duras, mas no total são 29 km a subir, com um desnível médio de 4,4%, o que supõe mais de 2 horas de ascensão para a maioria dos participantes e entre 1 hora e 1 h 45 m para os melhores. Isto faz com que seja fácil apanhar com uma boa “pássara” nesta parte da marcha, pelo que é essencial ter comido bem antes de começar a subida e ter feito uma paragem no abastecimento da zona plana de Artouste, a metade da subida.

Já no alto, cruzamos de novo a fronteira para iniciar uma fácil descida até ao cruzamento que nos conduz à ultima dificuldade do dia, a curta mas difícil subida ao Alto de Hoz que é uma aldeia que tem 2 km. de subida com um desnível de 10 %, sendo o tempo aproximado de subida de 15 a 20 minutos.

 

Por fim, após alcançado, só nos resta deslizar para chegar à animada linha de meta e poder relaxar-nos com uma reparadora massagem, além de outras comodidades, um prato de macarrão e uma entretida conversa com os nossos companheiros.

 

Se és dos que gostam de dar gáspea, a Quebrantahuessos permite explorar a tope as tuas prestações desportivas. Se preferes rodar mais tranquilo o objectivo deve ser simplesmente completar o percurso. Seja qual for a tua preferencia não sairás defraudado de Sabiñánigo. Desfrutarás.

publicado por Ubicikrista às 14:02

mais sobre nós
encontrar qualquer artigo por palavra ex: pudalari
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Outubro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

12
15

19
20
21
22
24

25
27
28
29
30
31


Arquivos
2018:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2017:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2016:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2015:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2014:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2013:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2012:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2011:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2010:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2009:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


favorito
blogs SAPO