29 de Junho de 2010

"Ás vezes é preciso que algo mude para que tudo

fique na mesma" in, primórdios da informática

E dizia o Parafuso, aquela figura vinda das províncias ultramarinas logo a seguir a Abril de 74:

- Para todos os mininos que tokam nus campainha dus portas, toquem, toquem. Quando forem grandes, serão uns grandes músicos.

PS: os livros de medicina anunciam que devido á prática continuada do ciclismo, emanescem corpos estranhos que se alojam no interior dos ciclistas, e que só desaparecem com a ajuda de amigos, os denominados anti-oxidantes. O chocolate preto é um deles. Os tomates também.

publicado por Ubicikrista às 01:43

15 de Junho de 2010

Quando um eborense, que regressa todos os anos para vacances, e com as suas próprias chaves abre as portas da cidade e do país a dois elementos do seu grupo helvético e estes nos honram com a sua presença no nosso encontro domingueiro, só nos resta guiá-los pelos moinhos de S.Bento de Cástris, pelas ruas da terra dos tapetes, pelo parque africano, com direito a gazela, coelhos, poupas e galinhas de água, e culminar com o final da 28ª Alentejana. O grupo, com duas exceções, só não lhes fez companhia à volta da Serra da Estrela devido a diversos motivos, principalmente, insanidade mental.

publicado por Ubicikrista às 20:53

06 de Fevereiro de 2010

FICÇÃO

Sugiro veementemente a Vossa Excelência que procure receber contribuições inusitadas

no orifício cocorado, do qual é proprietário, sito na região sacro-ilíaca

- do meu amigo Vasco, se alguma vez se zangar

 

A determinação com que um ciclista isolado pedala para a meta, por vezes já todo roto, é coisa que nos espanta sempre. Mas, e a determinação das mulheres? E se essas mulheres forem as esposas dos ciclistas? Vejamos. Voluntarina é uma esposa tão determinada que raramente dá o braço a torcer, pelo contrário. A sua determinação ficou bem patente enquanto ela esperava pela fisga da persiana da janela da sala, que o marido chegasse de mais um Évora-Caparica, quando lhe pareceu ver um vulto no quintal. Aproximou-se por detrás e sem fazer barulho, deitou-lhe a mão às partes baixas enquanto perguntava: quem é você. Não tendo obtido resposta, determinada, apertou com mais força e insistiu: quem é você. Nada. Já com pedaços de pele entre as unhas dos dedos, fez um ultimato. Finalmente o vulto explicou-se:

- Sou o mudo!

Voluntarina não é assim com todos. Com o seu marido, a quem os amigos chamam Pedal de Prata, para ela o seu PêPê, apenas lhe ralha por este ser teimoso em não querer admitir que é por ele que se atrasam sempre durante a semana para o emprego, mas que para andar de bicicleta todos os domingos e feriados até se levanta meia hora antes. Ele não concorda e acha que é é determinado, afinal ele é apenas um homem adaptado aos tempos modernos e à correria da vida, e para o provar levanta-se sempre com determinação cinco minutos antes de saírem de casa. Desfaz a barba com a máquina numa mão enquanto come uma maçã com a outra, a seguir escova os dentes enquanto com a outra mão faz o xixi matinal. Por vezes já tem feito amor com a mulher enquanto penteia a sua farta calvície.

Voluntarina, como qualquer mulher ou esposa, parece ter mais tempo para pensar, e num desses domingos em que Pedal de Prata, depois de 4 horas a pedalar até Monsaraz, quando se preparava para o duche retemperador, reparou num letreiro por cima da sanita a lembrar-lhe que ali se deve urinar sentado. Foi com um grito de horror da esposa que, 2 minutos depois, quando esta ia buscar a camisola interior suada, as meias e os calções (cuecas não, que não é material que ciclista use), para meter tudo na máquina de lavar, deparou com ele, meio sentado, mais para o deitado, no chão da casa de banho, a um metro da sanita e dali a tentar acertar lá dentro, num rigoroso exercício de cumprimento de ordens escritas, que ele não queria desobedecer, pois uma vez já tentara o divórcio indo mesmo a Tribunal. O Juiz até lhe pediu para lhe dizer qual o motivo para se querer divorciar da esposa (da esposa pois – ainda este ano se esperam divórcios de esposos). Meio envergonhado lá respondeu que ela o tratava como se fosse um cão! Mas, insistia o Juiz, maltrata-o, bate-lhe, não lhe dá de comer?
- Não! Quer que eu lhe seja fiel...

publicado por Ubicikrista às 04:45

26 de Outubro de 2009

Na reunião de ontem do grupo decidiram os presentes (1 pessoa) que o percurso por dentro da vila dos tapetes será retirado no futuro, de forma a não se promoverem despiques, a menos que seja feito em conjunto com espera na rotunda. Há ainda dois locais de alerta máximo:

No cruzamento da Igrejinha para Vale Pereiro, porque existe um muro à esquerda que tapa a visibilidade. O outro é a descer antes dos sinais de transito nas Ilhas, pois pode estar vermelho ou algum carro querer virar à esquerda ou direita. A rever a outra cidade com 3 sinais.

Se com alguma confusão a coisa se fez (mal) no primeiro, neste ultimo aconteceu mesmo... asfalto. Não pode ser só a policia a apelar à segurança.

Ob: A paisagem que o Alentejo deixa para trás é mesmo gira.

publicado por Ubicikrista às 02:05

06 de Outubro de 2009

Pessoal vamos lá ver como nos vamos sair desta relação. Vocês dão os modelos e eu pinto-vos a casaca. Descansem lá que não é mandar as canetas do Pinto atacar. Dizia eu que vocês dão o corpinho e a roupinha, o cabelo já sabemos que é sempre o mesmo, e eu faço para que a moldura penal não se veja. Exemplo: quando o Serra se levantou do asfalto com aspeto de quem tinha metido a cara dentro de uma melancia, sabe que, comigo não irmão, ou como dizia o outro,jamais. Quem quiser ver sofrimento que ponha cá os pés - pleonasmos, s.f.f.  - ao vivo, em direto e na hora.

Parafraseando o meu pai, a melhor fotografia é a nossa memória.

Posto isto, venham de lá as criticas.

Sugestões para a coisa não ter tanto, encanto (até rima):

Num grupo pode ou não haver desalinhados? Não me refiro ás cores - uma vez a professora recusou-me um trabalho depois de me dizer: tens aí uma folha em branco e pinta qualquer coisa. Pintei a folha de preto.

PS: Até nem gastei muito lápis, mais de metade eram dedadas.

publicado por Ubicikrista às 22:23

mais sobre nós
encontrar qualquer artigo por palavra ex: pudalari
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Dezembro 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
25
26
27
28
29

30
31


Arquivos
2018:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2017:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2016:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2015:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2014:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2013:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2012:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2011:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2010:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2009:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


favorito
blogs SAPO